NOTÍCIA


Crédito: Agência de Notícias do Paraná

Imagem ilustrativa

EM FOCO - POLÍTICA

Autorizada licitação de marginais na PR-466 em Pitanga


PITANGA - A governadora Cida Borghetti autorizou a abertura do processo licitatório para a construção de vias marginais em um trecho de 4,2 quilômetros da rodovia PR-466, em Pitanga, na região Central do Estado. A obra vai desafogar o tráfego na região posto da Polícia Rodoviária Estadual no município. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (30), durante a 14ª FestCentro 2018, que acontece no Parque do Lago Miguel Adur Filho.

“As ações de governo buscam elevar a qualidade de vida e oferecer oportunidades para a população. E essa obra de infraestrutura facilita a atração de indústrias e outras empresas, o que vai gerar emprego e renda e novas oportunidades às pessoas do Centro do Paraná”, afirmou a governadora.

Cida reafirmou que a prioridade é fazer uma gestão que atenda as pessoas. “Eu sou municipalista e sei da importância de descentralizar o Governo, de deixar o Estado mais próximo dos municípios, das pessoas e entender de fato como funciona a cultura de cada região. Essas obras tão esperadas estão sendo atendidas. Nós queremos o progresso e oportunidade”, disse.

O projeto doado pela prefeitura prevê a construção de pistas paralelas à rodovia em ambos os sentidos, totalizando 8,4 quilômetros de extensão. A estimativa do município é que a obra custe R$ 19 milhões. O prefeito de Pitanga, Maicol Callegari Barbosa, disse que a obra vai atender o parque industrial do município.

“As marginais vão expandir e melhorar as condições das empresas que aqui estão e dar oportunidade para que outras se instalem também. São inúmeros projetos e sonhos que vem contemplar o desenvolvimento da região central”, afirmou o prefeito.

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) revisou o projeto e aguarda a finalização do orçamento definitivo. A previsão é que o edital de licitação seja lançado até o fim do mês de maio.

As novas vias marginais vão separar o tráfego urbano do tráfego rodoviário de longa distância, fazendo com que os usuários locais não tenham que acessar a rodovia para se deslocar entre a cidade e o distrito industrial do município.

Também estão previstos ajustes para entrada e saída das marginais e a construção de uma rótula vazada na região do distrito industrial, com objetivo de aumentar a segurança de motoristas e pedestres.

Paralelamente, o DER executa ações pontuais para ampliar a segurança do tráfego na PR-466, melhorando a orientação dos motoristas entre os kms 174 e 190.

“O Paraná é o primeiro Estado do Brasil em investimento público, qualidade de vida, e a maior nota em índices internacionais para empréstimos”, disse o secretário de Infraestrutura e Logística, Abelardo Lupion, que acompanhou a governadora no evento e afirmou que vai voltar a região para entregar mais obras.

PITANGA/MATO RICO - Nos próximos dias o DER deve encaminhar ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o relatório com a empresa vencedora da licitação para pavimentar um trecho de 43 Km da rodovia PR-239, entre Pitanga e Mato Rico. A pavimentação vai beneficiar cerca de 35 mil moradores dos dois municípios, principalmente pequenos produtores rurais, que utilizam a PR-239 para escoamento da produção agrícola, e estudantes de Mato Rico, que chegam a gastar mais de três horas para chegar até a cidade vizinha, para cursar uma faculdade.

“Temos todas as potencialidades, mas estávamos travados em razão de não existir uma condição de acesso com qualidade. Esse asfalto virá para corrigir essa situação e oportunizar a toda população um corredor de desenvolvimento na região central do Paraná”, explicou o prefeito de Mato Rico, Marcel Jayre Mendes dos Santos, que acompanhou os anúncios de investimentos.

Esta é a primeira licitação internacional do Programa Estratégico de Infraestrutura e Logística de Transportes do Estado, que totaliza R$ 1,4 bilhão em investimentos com financiamento do BID e contrapartida do Governo do Paraná.

O teto da licitação é de R$ 133,5 milhões, mas os descontos oferecidos passam de 20%. Com a entrega do relatório, o banco deve garantir os investimentos dentro de 15 dias.

A previsão é que a homologação ocorra até o final de maio e que a ordem de serviço possa ser emitida em junho. As obras devem durar 24 meses.

MAIS INVESTIMENTOS - Durante o evento também foram anunciados mais de R$ 14 milhões em repasses para nove municípios da Região Central do Estado. Para Pitanga ainda foram autorizadas a construção de uma Unidade de Atenção Especializada em Saúde, no valor de R$ 1 milhão, pavimentação urbana com R$ 4 milhões de investimentos e a implantação do projeto "Meu Campinho", com R$ 380 mil aplicados.

Para os municípios de Altamira do Paraná, Boa Ventura de São Roque, Manoel Ribas, Nova Tebas, Palmital, Roncador, Santa Maria do Oeste e Turvo a governadora autorizou a aquisição de veículos, construção de ginásio, equipamentos rodoviários e pavimentação urbana.

“Vários investimentos e ações vão melhorar a região e criar oportunidades para a população que aqui vive. Isso faz com que o desenvolvimento chegue mais rápido, através da infraestrutura e da descentralização da saúde”, ressaltou a governadora.

FESTCENTRO 2018 - A Festa Típica do Centro do Paraná (FestCentro) acontece desde sábado (28), no Parque do Lago Miguel Adur Filho, em Pitanga. Além da feira comercial e parque de diversões, a FestCentro conta com barracas de artesanato, comidas típicas, rodeio, festival de música, praça de alimentação e shows artísticos.

A governadora destacou a participação da população na festa e a importância que o evento tem em desenvolver ainda mais a região. “Essa feira dá oportunidade aos empresários e comerciantes da região. Além de uma festa familiar é também uma forma de mostrar o produto regional”, destacou.

A festa é organizada pela prefeitura e conta com o apoio do Governo Federal e da Itaipu Binacional. O evento acontece até esta terça-feira (1) e a entrada é gratuita.

PRESENÇAS – Participaram da solenidade os deputados federais Ricardo Barros, Sérgio Souza e Alex Cansiani; os deputados estaduais Alexandre Curi, Bernardo Carli Filho e Pedro Lupion, líder do Governo do Estado na Assembleia Legislativa; a comandante da Polícia Militar do Paraná, coronel Aldilene Rosa, prefeitos da região e demais lideranças locais.

(BOX)

Aldeia índigena recebe kit esportivo

De passagem pelo município de Manoel Ribas, a governadora Cida Borghetti aproveitou para visitar a aldeia indígena Ivaí, onde fez a entrega de kits de material esportivo, da Secretaria de Estado do Esporte. A governadora destacou a importância da prática esportiva para o desenvolvimento social e humano.

“Esporte é vida e saúde. Podemos despertar em meninos e meninas daqui a prática do esporte e talvez até revelar muitos talentos para o Paraná”, afirmou Cida.

Segundo a prefeita de Manoel Ribas, Beth Camilo, a maior riqueza do município são as crianças.

“A gente trabalha tanto na educação quanto no esporte. Esses kits que recebemos com certeza são muito importantes. Temos muito a agradecer ao Governo do Estado”, afirmou.

MAIS ESPORTE – Os materiais esportivos entregues fazem parte do programa Paraná Mais Esporte, uma ação criada pelo Governo Estadual. O programa tem a adesão de 372 municípios e o objetivo é consolidar a nova política de esportes do Estado.

APOIO - Hoje o Paraná tem população indígena de 26 mil pessoas, sendo 3.800 famílias cadastradas nos programas sociais Família Paranaense e Luz Fraterna.

Para apoio às comunidades o Governo também faz a inclusão de indígenas no programa Renda Agricultor Familiar, subprograma do Família Paranaense, que já repassou R$ 800 mil às famílias indígenas. Com o dinheiro, as famílias podem adquirir sementes (de milho, feijão, batata-doce e mandioca) e com isso ampliar suas hortas coletivas e vender a produção excedente.

Segundo o Centro de Apoio às Comunidades Indígenas do Ministério Público, o Paraná é referência para o país na educação dessas etnias. O Estado mantém 37 escolas indígenas, 257 professores indígenas nas escolas da rede estadual e hoje conta com 198 alunos indígenas nas universidades estaduais. O Estado tem um vestibular exclusivo para os índios, que respeita seus etnosaberes e é pioneiro nesta forma de inclusão.

(Fonte: Agência de Notícias do Paraná)


Mais...
ComentarTirar
Dúvida
Seguir
Por
E-Mail
Ver
Mais
Notícias
Captar
Mais
Obras

PUBLICAÇÃO DE 16 DE MAIO DE 2018


Ver mais notícias


Compartilhar

Tags  em foco, política, der - pr, pitanga, pr, brasil, mobilidade


Pesquisar na CNC e na ConVisão

Seguir a CNC nas redes sociais

        

  © ConVisão | Desde 1991